Comunidade quilombola Caiana dos Crioulos 

 
 
 

A comunidade quilombola Caiana dos Crioulos (@caianadoscrioulos) está localizada no agreste paraibano, no município de Alagoa Grande, e conta com cerca de 98 famílias. Essas famílias vivem principalmente de culturas de subsistência de feijão, fava, milho, mandioca, inhame e batata-doce, como também da criação de animais e fruticultura.

A certificação da comunidade pela Fundação Cultural Palmares ocorreu em 2005, que é o primeiro passo no reconhecimento estatal. Em fevereiro de 2017 uma portaria que reconhecia a área da comunidade foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) e em 2020 teve a imissão de parte da posse, uma grande vitória para a comunidade, que aguarda título definitivo, que permite a retomada do acesso a terras utilizadas tradicionalmente pelos moradores para o cultivo de suas lavouras. 

As tradições e cultura da comunidade se mantêm vivas, entre as manifestações culturais características da comunidade estão grupos de Coco de Roda e de Ciranda formados por mulheres que se apresentam em eventos culturais da Paraíba e de outros estados. 

A origem da comunidade é incerta, para alguns a comunidade descenderia da chegada de escravizados africanos entre os séculos XVIII e XIX que se rebelaram em um desembarque do navio negreiro em Baía da Traição, para outros a comunidade se originou com a chegada de sobreviventes do massacre do Quilombo dos Palmares em Alagoa Grande. Segundo a antropóloga Maria Ester Fortes, o que se pode afirmar com certeza é que a comunidade está estabelecida no local há mais de 150 anos. 

 

Fonte: Quilombos da Paraíba (quilombosdaparaiba.blogspot.com)

Foto: Divulgação SNPIR/MMFDH